Início Polícia Adolescente fica gravemente ferido após ser ‘julgado’ por ‘tribunal do crime’ em...

Adolescente fica gravemente ferido após ser ‘julgado’ por ‘tribunal do crime’ em Sumaré

25
0
COMPARTILHAR

Segundo o adolescente, ele seria morto pelos demais, pois havia perdido um kit de drogas que deveria vender

Por Paula Nacasaki

Um adolescente de 17 anos ficou gravemente ferido na noite desta terça-feira (5), em Sumaré, após ser “julgado” pelo tribunal do crime. Ele foi agredido por cinco criminosos armados. Um deles acabou preso.

De acordo com informações da PM, por volta de 19h30, os policiais foram chamados para comparecerem a um beco do Santa Joana, em Sumaré. Os denunciantes informaram que pelo local uma pessoa estava sendo agredida por pelo menos cinco homens.

Os PMs foram averiguar o relato e, no endereço indicado, encontraram o adolescente caído ao chão, com ferimentos no rosto e sangue por todo o corpo. Perto dele estavam cinco homens que o estavam agredindo, que ao notarem a presença dos militares fugiram para uma mata.

Uma equipe da PM chamou o SAMU (Serviço Móvel de Urgência e Emergência), enquanto o outro grupo fez buscas pelos agressores.

Até a chegada dos socorristas, a vítima relatou que estava na viela para ser executado pelo tribunal do crime, pois tinha uma dívida com o grupo referente a um kit de drogas, que havia adquirido para vender, porém tinha perdido os entorpecentes.

Enquanto isso, outros policiais encontraram um dos agressores em uma motocicleta. Ele confessou o ataque e passou a localização do carro utilizado pelo grupo. No automóvel foi encontrado o RG de um homem. O criminoso confirmou que o documento pertencia a um comparsa que estava no linchamento. Buscas a ele devem ser realizadas.

O agressor detido foi levado ao plantão policial do município e recebeu voz de prisão por lesão corporal grave. Os outros agressores não foram encontrados até a publicação desta reportagem.

O rapaz foi socorrido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko, onde, segundo a prefeitura, foi constatado que o adolescente tinha “várias escoriações na face, edema e otorragia (sangramento no ouvido)”. No entanto, não foram constatadas fraturas e ele teve alta após ser medicado.

Fonte O Liberal